ACONTECIMENTOS

DEPRESSÃO 11/09/2020 10:51 FONTE: FOLHAMAX

Mortes por suicídio caem em MT

Mato Grosso registrou uma redução do número de óbitos autoprovocados em 2020. A informação foi divulgada durante o III Encontro Intersetorial de Prevenção ao Suicídio, transmitido virtualmente nesta quinta-feira (10.09), em consonância com o Dia Mundial da Prevenção ao Suicídio, ocasião que promoveu o debate público sobre o tema.

De março a agosto de 2019, foram notificadas 3,6 mortes para cada 100 mil habitantes do Estado. Considerando o mesmo período de 2020, a média foi de 2,3 notificações – uma queda de 1,3.

Neste contexto, o Estado aderiu à meta nacional que visa à redução em 10% da mortalidade por suicídio no Brasil até 2020. O país integra o Plano de Ação em Saúde Mental lançado pela Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), que considera o período de 2015 a 2020, cujo objetivo é monitorar as notificações de óbito e desenvolver programas de prevenção ao suicídio.  

“O evento e a campanha têm o propósito de articular os setores e instituições envolvidas nesta temática da Promoção da Vida e Prevenção ao Suicídio, de forma a intervir nas taxas de mortalidade por suicídio ou de lesões autoprovocadas. O nosso Estado fez adesão às diretrizes da agenda do Ministério da Saúde, que tem como meta a redução da mortalidade por suicídio no Brasil”, enfatizou o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, durante a abertura do evento. 

 

Contudo, a análise da efetividade das ações desta agenda será feita em 2021, visto que a pandemia alterou drasticamente os índices de mortalidade.

A psicóloga da Coordenadoria de Promoção e Humanização da Saúde, Mestre e Doutora em Psicanálise, Daniela Bezerra, explica que, mesmo com a queda no número de óbitos, as notificações por tentativas de suicídio e mortes ligadas a essa causa ainda são alarmantes.

“Os dados de mortalidade diminuíram, mas os dados da lesão autoprovocada continuaram aumentando e vem sendo um aumento progressivo. Sabemos que a violência doméstica e o feminicídio aumentaram bastante na pandemia, fator que tem relação com os índices de tentativa de suicídio. As taxas de mortalidade e lesão autoprovocada estão ligadas a muitos fatores, como a qualidade de vida da população”, disse a especialista.

Sobre o Setembro Amarelo, Daniela também reforçou que “a campanha não está necessariamente em diálogo direto com a pessoa em sofrimento psíquico, mas principalmente com os profissionais da Saúde e com as demais áreas da sociedade para levar o entendimento sobre a temática, que é intersetorial”.

Dados epidemiológicos

Em território nacional, cerca de 11 mil pessoas tiram a própria vida anualmente; essa é a quarta maior causa de morte no país. Em Mato Grosso, a média de notificações de óbito está entre 200 e 222 por ano.  

Foram notificados casos de suicídio em quase todo o território mato-grossense, sendo que a maior concentração das ocorrências está na região da Baixada Cuiabana – com 26,6% do total das notificações do Estado. 

A área técnica ainda informou que o Balanço Epidemiológico com todos os dados relacionados às notificações por óbito autoprovocado em Mato Grosso estará disponível em breve. 

O III Encontro Intersetorial de Prevenção ao Suicídio foi realizado pela Coordenadoria de Promoção e Humanização da Saúde da SES. O evento contou com o apoio da Secretaria Adjunta de Comunicação (Secom), Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica (Covepi), Coordenadoria de Ações Programáticas e Estratégicas (Coapre), Escola de Saúde Pública do Estado de Mato Grosso (ESP-MT), Escritórios Regionais de Saúde e Superintendência de Gestão Regional da SES. 


Contato

PORTAL ARENÁPOLIS

 
(65)9.9992-0230

Fale Conosco

Redes Sociais

Todos os Direitos Reservados para PORTAL ARENÁPOLIS

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo